Educação Financeira nas Escolas

Programa Educação Financeira Educando Financeiramente as Futuras Gerações.

Parceiros: Realização do LEMIN, Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Turismo do Município de Massaranduba e  VIACREDI e  apoio da Prefeitura Municipal de Massaranduba.

Trata-se de um programa organizado sob a perspectiva de promover a formação de cidadãos capazes de intervir de modo criativo e político-consciente no meio em que vivem. Ainda nessa direção, este programa é voltado para a formação de cidadãos financeiramente educados, constituindo-se, assim, em indivíduos crescentemente autônomos em relação a suas finanças e menos suscetíveis a dívidas descontroladas, fraudes e situações comprometedoras que podem prejudicar não só sua própria qualidade de vida como a de outras pessoas. Além disso, espera-se que esse programa fomente o desenvolvimento de atitudes como cooperação, responsabilidade, participação, autonomia e respeito.

EQUIPE FORMADORA

Iraci Muller: Mestre em Ensino de Ciências Naturais e Matemática (Universidade Regional de Blumenau); Diretora de ensino da secretaria de Educação do município de Jaraguá do Sul, SC;

Cristiano Rodolfo Tironi: Mestre em Ensino de Ciências Naturais e Matemática (Universidade Regional de Blumenau); Coordenador do Laboratório de Educação Matemática Isaac Newton – (LEMIN); Secretário de Educação, Cultura, Esporte e Turismo do município de Massaranduba, SC; Membro do Comitê Educativo da VIACREDI, posto de atendimento 29;

Tamires Lays Tomio: Pedagoga e graduanda em Licenciatura  em Matemática (Universidade Regional de Blumenau); Professora do Laboratório de Educação Matemática Isaac Newton – (LEMIN).

 OBJETIVOS

 Objetivo geral:

Educar financeiramente as crianças desde a alfabetização, visando desenvolver sua capacidade de agir na sociedade de forma crítica, participativa, ética e criativa, para que os mesmos criem uma atitude positiva em relação à Educação Financeira desde a infância, para que, na fase adulta, os indivíduos ajam com mais consciência e autonomia em relação ao uso do dinheiro, valendo-se dele como um instrumento benéfico para o desenvolvimento econômico pessoal e do país, e com o objetivo de conquistar uma boa qualidade de vida.

Objetivos específicos:

  • Propiciar um trabalho interdisciplinar com as disciplinas de Matemática, História, Ciências da Natureza, Economia, Língua Portuguesa, Artes, outras;
  • Direcionar as crianças para que tenham atitudes que valorizem mais o ser do que o ter, levando-as a desenvolver a capacidade de distinção entre o que é de fato necessidade e o que é vontade ou desejo;
  • Criar situaçoes que levem os estudantes a compreenderem o mundo financeiro e, assim, poderem tomar decisões conscientes e efetivas;
  • Incentivar a reflexão de várias dimensões que envolvem a Educação Financeira, como definição de metas, empreendedorismo, planejamento e desenvolvimento de ações, concepção de projetos, valores, cooperação, consumo consciente, sustentabilidade, doação e ética;

 METODOLOGIA

O Programa de educação financeira terá um total de 40h em sala de aula, sendo essas horas distribuídas ao longo do ano letivo, mantendo uma periocidade de uma hora por semana. Além dessas horas, os estudantes terão palestras pontuais, sempre alinhadas ao planejamento do professor. Cada aluno receberá um livro correspondente ao ano escolar que está cursando. Os livros fazem parte de uma coleção sobre educação financeira, sendo essa coleção dividida em 5 volumes.

 Abaixo alguns temas/conteúdos abordados no programa.

 

1º ano (volume 1)

No 1º ano, o tema é uma aventura em uma viagem de trem em forma de jogo. Os personagens têm de enfrentar alguns desafios para passar de uma estação para outra.

Ø  Surgimento do dinheiro;

Ø  Sistema de trocas;

Ø  Utilidade e valor dos objetos;

Ø  Apresentação do nosso dinheiro;

Ø  Comparação de valores; contagem e escrita de números;

Ø  Operações matemáticas básicas;

Ø  Poupança;

Ø   Pesquisa de preços;

Ø   Conservação de bens;

Ø  Uso do dinheiro;

Ø  O valor das coisas;

Ø   Vontade e necessidade;

Ø   Planejamento;

Ø   Mesada e semanada;

Ø   Estabelecimento de prioridades;

Ø   Economia doméstica, desperdício e   meio ambiente;

Ø   Produção de objetos;

Ø   Consumo consciente;

Ø   Reaproveitamento

 

 

2º ano (volume 2)

No 2º ano os personagens fazem parte de um teatro que irá apresentar uma peça na inauguração do Teatro Interativo da Escola. Resolvendo os desafios, eles podem seguir para o próximo ato da peça. 

Ø  A história do dinheiro, moedas e cédulas (ou notas) do dinheiro brasileiro;

Ø  Contagem e escrita de números, o uso do dinheiro no dia a dia,

Ø   Sistema de trocas, compras e vendas;

Ø  A importância do orçamento antes de encomendar um serviço;

Ø  Comparação de valores;

Ø  Operações matemáticas básicas;

Ø  Troco;

Ø  Sonhar e realizar, sonhos;

Ø  Materiais e sonhos não materiais;

Ø  Poupança;

Ø  Pesquisa e comparação de preços;

Ø  Mesada;

Ø  Introdução ao mundo do trabalho por meio da abordagem de algumas profissões;

Ø  Economia doméstica;

Ø  Consumo e consumismo;

Ø  Desperdício e meio ambiente;

Ø  A importância da prática da doação.

 

3º ano (volume 3)

No volume 3, eles são convidados a passar um dia no Hotel Fazenda do Saci, um empreendimento familiar que pertence aos pais da professora Flora. Para que continuem a usufruir da hospedagem, ganhando mais um dia de estadia, os personagens deverão resolver alguns desafios. 

Ø  A história do dinheiro, moedas e cédulas (ou notas) do dinheiro brasileiro antigo,

Ø  Introdução ao dinheiro no mundo,

Ø  Identificação dos itens que compõem as moedas e cédulas ou notas do real,

Ø  Contagem e escrita de dinheiro,

Ø  O uso do dinheiro no dia a dia,

Ø  Sistema de trocas, compras e vendas, comparação de valores,

Ø  Operações matemáticas básicas, troco,

Ø  Casa da Moeda, Bancos, diferentes formas de dinheiro (cédulas ou notas, moedas, recibo, cheque, cartão de débito e cartão de crédito)

Ø Juros,

Ø Sonhar e realizar, sonhos de

  Consumo e sonhos de realização profissional,

Ø  Poupança,

Ø  Pesquisa e comparação de preços,

Ø  Introdução ao empreendedorismo,

Ø  Profissões,

Ø  Atitude financeira responsável (saber gastar), necessidades versus sonhos ou desejos,

Ø  Planejamento financeiro, prazos (curto, longo e médio),

Ø  Meio ambiente e sustentabilidade, regra dos 5 Rs, coleta seletiva, reciclagem, reflorestamento.

 

4º ano (volume 4)

No 4º ano, realizarão seu próprio empreendimento: a Feira Cultural de Educação Financeira. Realizando as atividades, os personagens, podem passar para a próxima oficina.

Ø  A história e uso do dinheiro, moedas e cédulas (ou notas) do dinheiro brasileiro;

Ø   Contagem e escrita de quantias em reais; quantias equivalentes, possibilidades e troco;

Ø  Operações matemáticas básicas; estimativa, cálculo mental, arredondamento e resultado aproximado;

Ø  O dinheiro de diferentes países;

Ø  Valor da moeda de diferentes países em relação ao real;

Ø  Valor de um produto em diferentes países;

Ø   Introdução ao empreendedorismo por meio de algumas invenções e seus inventores;

Ø  Empreendedor e empreendimento;

Ø  Tipos de empreendedores; a importância de diagnosticar para empreender;

Ø  Saber gastar, poupar e investir

Ø  Pesquisa de preços e escolhas como parte do saber gastar;

Ø  O uso do cofrinho como parte do poupar;

Ø   Caderneta de poupança como forma de investimento;

Ø   Ética, cidadania e sustentabilidade como fatores essenciais para a formação de um consumidor consciente.

 

 

5º ano (volume 5)

No 5º ano, a escola dos personagens foi escolhida como uma das cinco finalistas no Torneio Nacional de Educação Financeira. Cada escola finalista representa uma região do país. Neste volume aparecem outros personagens, que serão os representantes das escolas finalistas: Duda, Ricardo, Luana e Yerê. A grande final para escolher a escola vencedora acontecerá em cinco episódios de um programa de TV. Para poder acompanhar os episódios é preciso realizar as atividades propostas.

As seguir os conteúdos desenvolvidos:

Ø   A história e o uso do dinheiro no Brasil, desde a chegada de Cabral até os dias atuais, passando por três períodos históricos (Colônia, Império e República);

Ø  Escambo como antigo sistema de trocas e na atualidade;

Ø  Expressões com dinheiro; os nomes antigos do dinheiro no folclore brasileiro (quadrinhas e músicas);

Ø  Possibilidades e quantias equivalentes; leitura de conta de consumo (energia elétrica);

Ø    Noções de Estatística; caro e barato;

Ø   Pesquisa de preços;

Ø    Controle das finanças; planejamento financeiro;

Ø     Orçamento pessoal e doméstico;

Ø    Conta ou caderneta de poupança;

Ø     Juros simples e compostos;

Ø    Juros na caderneta de poupança; extrato de caderneta de poupança;

Ø    Tomada de decisões (preços, desconto e investimento);

Ø Negociação e alguns de seus resultados;

Ø Características do bom negociador;

Ø Jogo da negociação;

Ø Cooperativismo como forma de empreender;

Ø Tipos de cooperativa;

Ø Decisões coletivas;

Ø Controle financeiro;

Ø Livro-caixa;

Ø Sustentabilidade em ação;

Ø Lenda do Curupira;

Ø Jogo da ação sustentável.

 

Os professores envolvidos no programa receberão capacitação no início do ano letivo, no recesso escolar e terão um acompanhamento mensal da equipe formadora. As aulas serão ministradas pelos professores que receberam a capacitação.

 PARTICIPANTES

O programa será destinado:

 De forma direta:

  • Aos estudantes da rede municipal de ensino (650 alunos) e da rede estadual de ensino (250 alunos), totalizando 900 alunos do Ensino Fundamental Anos Iniciais (1º ao 5º ano) contemplando todas as 9 escolas do município;
  • A 40 professores do Ensino Fundamental, contando com a participação de gestores e docentes e profissionais-técnicos que atuam nas 12 instituições de ensino vinculadas à Rede Municipal de Educação de Massaranduba, das quais 06 são de Educação Infantil e 06 de Ensino Fundamental;

De forma indireta:

  • Aos pais e familiares dos estudantes envolvidos no programa.

 

Programa Educação Financeiranas Escola será lançado no dia 09 de abril de 2018. No Auditório da Casa da Juventude Diego Petry.