Ensino de Geometria

Entre os vários campos do conhecimento matemático, a geometria se apresenta como um rico campo de exploração das várias representações do objeto matemático. Ela sempre esteve e sempre vai estar presente no cotidiano das pessoas que sem perceberem aplicam seus conhecimentos geométricos para exercer suas atividades.

Até pouco tempo a Geometria era vista como sem importância por parte de alguns professores. Era ensinada de maneira a demonstrar os teoremas, deixando a interpretação das propriedades das figuras geométricas de lado. Essa visão começou a mudar a partir do momento que a geometria passou a ser vista como algo efetivo em muitos ramos de atividades, e de estar presente no cotidiano.

Segundo os Parâmetros Curriculares Nacionais (1998, p.55), a Geometria tem um amplo campo para se ensinar situações-problemas onde os alunos se mostram muitos interessados, e estimula-os a observar, explorar, perceber e identificar as diferenças e semelhanças. Nesse  sentido a geometria deve ser vista como algo gostoso de aprender, despertando nos estudantes o interesse pelo novo, motivando-os a fazerem experiências e com isso favorecer a busca pela construção do conhecimento.

Referências

  • Ministério da Educação Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Matemática. 2ªed. Brasília: DP&A, 1998. 148 p.